SSI Saúde

Blog SSI Saúde

LER e DORT: lesões causadas por fatores ocupacionais




As Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) são um conjunto de doenças que atingem estruturas como músculos, tendões, nervos e líquidos articulares, sendo causadas, desencadeadas ou agravadas por fatores presentes nos locais de trabalho.

As LER e DORT acometem um grande número de trabalhadores no Brasil e no mundo todos os anos e o número de casos vem aumentando nas últimas décadas.

Os fatores ocupacionais que contribuem para o surgimento das LER e DORT são: movimentos repetitivos, ritmo de trabalho intenso, móveis e equipamentos incômodos, postura inadequada, falta de tempo para ir ao banheiro, cobrança contínua por produtividade, exposição ao frio e exposição a vibrações. Doenças crônicas e condições psicológicas desfavoráveis também contribuem para o aparecimento das LER e DORT.

Os locais mais comuns que as LER e DORT comprometem são a região cervical, ombros, cotovelos, punhos, mãos, região lombar e joelhos.

Os principais sintomas são: dor, sensação de peso e cansaço, formigamento, fisgadas, alteração de sensibilidade e fraqueza muscular. Os sintomas variam de pessoa para pessoa e, por isso, é muito importante saber o tipo de atividade que o trabalho de cada um exige e como ele está sendo executado. Esses sintomas vão surgindo lentamente, podendo vir isolados ou simultaneamente. Com o passar do tempo, intensificam-se e podem incapacitar para o trabalho e provocar dificuldades na realização das tarefas da vida diária tais como trabalhos domésticos, higiene pessoal e alimentação.

Em caso de suspeita de LER e DORT, deve-se procurar um médico logo no início de qualquer desconforto. O diagnóstico e o tratamento precoces evitam que as lesões evoluam e se tornem crônicas, necessitando de tratamentos mais agressivos e até mesmo cirúrgicos.

A prevenção das LER e DORT consiste em um conjunto de medidas a serem tomadas no sentido de organizar e executar o trabalho, buscando eliminar os fatores predisponentes. Algumas dicas importantes são:


• Conhecimento das tarefas e controle do ritmo de trabalho pelo trabalhador;
• Rodízio de atividades, evitando permanecer muito tempo na mesma posição ou executando movimentos repetitivos;
• Realizar pausas para descanso durante a jornada de trabalho, permitindo a recuperação do corpo;
• Controlar a temperatura, ruídos, iluminação e outros fatores externos que possam ser fontes de agressão à saúde;
• Adequação do mobiliário e equipamentos de trabalho, permitindo posturas confortáveis e ergonômicas ao trabalhador;
• Criação de oportunidades de realização de exercícios físicos dentro e fora do ambiente de trabalho.



LER e DORT: não espere que a dor se agrave!


Dia Internacional de Prevenção às LER e DORT: 28 de fevereiro.




Os comentários estão fechados